sábado, setembro 19, 2009

Economia nos Quadrinhos


Tenho acompanhado um mangá que sai pela panini aqui no Brasil, o Homunculus. Estou avaliando muito positivamente a série mas gostei mais dos primeiros números. Achei que o 5 e o 6 começaram a enrolar demais no enredo, como é comum nos mangás. Mas o número 7 acho que está desenvolendo melhor, mostrando um pouco o protagonista, que até então estava em mistério.

Susumo Nakoshi é um ser mistérioso sobre o qual pouco se sabe da vida pregressa. Ao que parece trabalhava em um banco, mas agora vive dentro de seu carro, estacionado na beira de um parque de Tóquio, onde vivem outros moradores de rua.

Homunculus 07 começou com essa interessante passagem, sobre a visão de moeda na economia. Uma interpretação curiosa, mas que no limite é verdade. O mais interessante é que Nakoshi usa economia para seduzir as mulheres. Ha, Ha.




Tem mais economia ao longo desse episódio. Ao que parece no Japão esse zine desenrolou-se apenas até o número 9. Não sei se o nono é o seu desfecho, vamos aguardar. Esse post me deu a ideía de comentar as ocasiões em que economia e quadrinhos se misturam, vou preparar uma segunda parte para esse post.

2 comentários:

Olavo disse...

Hommunculos é muito bom mesmo, Victor, lembra também de "A Mão Esquerda" e "Obelix e Companhia". Abraços.

I'm a Rock disse...

Sim, "Mão Invisível"

estava pensando neles mesmos.

Há também um mangá que é a vida de um jovem executivo, algo assim, sou curioso para ver, mas não corajoso o suficiente para comprar.

Abraços.