quinta-feira, dezembro 20, 2007

ESCOLHA DO MELHOR FANZINE DA FIQ!!!

Como eu havia prometido, li uma penca de fanzines após a FIQ. A maioria adquiri por compra ou troca com a A.T.U.M. E como gosto de reparar, técnica, roteiro e etc... decidi escolher o melhor e destacar os que são também legais.

Bom, o primeiro lugar foi um empate: escolhi para esse posto: "Algumas Histórias" que reúne histórias do roteirista Daniel Esteves em parceria com desenhistas diferentes. O roteiro de 'Confissão' é muito bom, no entanto, achei que o final poderia ser outro e evitar a fórmula utilizada. Ainda melhor é a segunda história: "Outro Mundo". Enfim é uma seleção bem legal de roteiros curtos e justifica o merecido prêmio de roteirista revelação do prêmio HQ mix que o Daniel levou ano passado.

O outro destaque é uma revista de menor divulgação pois está fora do circuito Rio-São Paulo e se encaixa noutro circuito que é o Brasília-Goiânia: Concedo o 1° lugar para a revista Grande Klan. Partiu da Iniciativa do Guilherme Mendonça de Souza de reunir artistas Goianos. O Guilherme, que não é quadrinista, me contou que ficou surpreso com o grande número de desenhistas que encontrou, são 16 artistas nesse trabalho. Dentre eles se destacam: Galvão (o qual admiro muito), Pollyana Duarte, gostei bastante, Jorge Braga, Jovan, Laércio e muitos outros. Todos muito acima da média. O lance é abrir os olhos para ver o que é feito aí fora. A qualidade da revista é soberba, obteve o apoio, mais do que justo, da Lei de Incentivo à Cultura da prefeitura de Goiânia.

Enfim, tenho certeza de que não erro em conferir o primeiro prêmio à essas duas revistas. Alías, fui condescendente ao mencionar Brasília no circuito. A meu ver, Brasília fazia algo legal na década de 80 e começo dos 90. De uns anos pra cá Goiânia ganha de lavada da capital federal. Seja no quesito rock, nos desenhos e na mulherada... Brasília marca passo, tanto é, que não encontrei 'Grande Klan' nas lojas lá de bsb, com certeza falta divulgação para o Klan.

Não vou colocar segundo lugar nem terceiro. Mas reservo-me alguns destaques. Recebi outro dia pela "Quadrinhos Independentes" n° 89, uma excelente história: "10 Centavos". Li, e creio que 'Edu Caray' concordaria comigo de que é uma puta arte. O domínio do preto e branco do Daniel dos Santos está em cima do roteiro do Fabiano Denardin. Essa é uma revista de Santa Maria - RS, muito bem impressa, 16 pags.

Legal também, mas correndo por fora da FIQ, é o fanzine Dejeto do Distrito Federal. Dois autores: Adriano Carvalho e Fabrício Matos. Humor escrachado tendo algumas similaridades com a A.T.U.M. (Além do eixo Brasília-Goiânia, existe também o eixo pão de queijo: Belo Horizonte-Brasília, do qual me considero integrante).

Outras menções são o “Dinossauro do Amazonas”, “A Mosca no copo de Vidro”, “Jukebox”, “Tipos” (achei fera, lembra os irmãos gêmeos Fabio Moon e Gabriel Bá). “Isto não é uma revista de Terror”.

Algumas revistas descartei da promoção aqui no meu blog pois já são bem reconhecidas, como a Garagem Hermética, por exemplo. E a maioria eu já mencionei em posts anteriores. Seguem os outros títulos (todos foram lidos, recado e lição para os putos que não lêem):

“Ragú 8”, “Quadrinópole 4”, “Subterrâneo 3”, “Nanquim Descartável 1”, “10 Paezinhos 2”, “Cão 2”, “Na Bodega”, “Tu”, “Bira Zine”, “Alienz 1”, “Totem 1”, “Muiraquitã”, “Quase 11”, “KH-neira 1”, “Umbigo 1”, “Quebra-Queixo 2”, “Tarja-Preta 5”, “Prego 1”, “Chico Rei”, “Pinóquio vai à Guerra”, “Overground”, “A tchurma”, “Luta”, “Kafka”, “Graffiti 16”, “Verdugo”, “Humortífero”, “Bangolê Bangoró 1”, “Quantum”, “Nova Hélade 1”, “Avenida 1”, (Homem Grilo), (Tempero Verde), (Benjamin Peppe), (Katita) e muitos outros...

(esses que estão entre parênteses não foram lidos porque não os tenho).

2 comentários:

Anônimo disse...

intiresno muito, obrigado

KH-NEIRA ZINE disse...

Ta lendo muito gibi hein....isso fa mal prus miolussssssss.........